quinta-feira, 28 de junho de 2012

23° Semana - Ultrassonografia morfológica


Ontem foi o dia da Ultrassonografia  Morfológica do 2° trimestre.



Essa foi a vez da minha mamis ir conosco, levamos um chá de sofá ( estavam super atrasados) se fosse em outros tempos... graças a Deus estou calminha, calminha tô até enjoada de mim de tão boazinha que estou rsrsrsr.

O garotão estava todo elétrico não parava um minuto, foi um sufoco para fazer as medições, siiiim, pq eles medem tudinho,AMEI, foi 30 minutos de “namoro” com meu filho.
Meu tourinho está com 28cm e 569gr, estava de cabeça para baixo... fomos pra casa e parecia que tinhamos trocado as pilhas dele porque não parava de fazer festa, demorou muuuito pra ele sossegar e me deixar dormir, rsrrs. Também foi avaliado a quantidade de líquido amniótico( ok) e o colo do útero ( ok também, esta bem fechadinho).

Dei uma pesquisada na net pra explicar rapidinho sobre esse exame:

O que é?

Este exame  avalia detalhadamente a anatomia e o crescimento do feto, analisa parâmetros ultrassonográficos que permitem calcular os riscos de anomalias cromossômicas, de pré-eclâmpsia e de restrição de crescimento intrauterino. São também estudadas a quantidade de liquido amniótico, a posição e as características da placenta. Se a gestante desejar, a medida do colo uterino por via vaginal pode ser realizada. Esta avaliação é de fundamental importância nesta fase específica da gravidez, pois permite a identificação de gestantes com risco para trabalho de parto prematuro.


Este exame deve ser feito entre a 18°semana a 24° semana de gestação.
Entretanto mesmo o exame morfológico detalhado realizado por um profissional extremamente qualificado não é capaz de detectar 100% dos problemas que o bebê pode ter. Isto acontece porque alguns problemas só se tornam evidentes com o desenvolvimento e crescimento fetal. A posição do feto e a condução da do ultrassom nos tecidos maternos também pode dificultar a visualização de algumas anomalias fetais. A  tabela a seguir exemplifica qual a chance de detecção de algumas anomalias que o bebê pode apresentar:
Problemas
O que é?g
Chance de ser visto?
Mielomeningocele
Defeito de fechamento da coluna
90%
Anencefalia
Ausência de formação do topo da calota craniana e parte do cérebro
99%
Hidrocefalia*
Excesso de água no cérebro
60%
Cardiopatias Congênitas maiores
Defeitos de formação do coração
25%
Hérnia Diafragmática
Defeito do músculo que separa o abdome do tórax
60%
Onfalocele/gastrosquise
Defeito de fechamento da parede abdominal
90%
Malformações Renais
Ausência ou malformação dos rins
85%
Anormalidades dos membros
Ossos faltando ou encurtados
90%
* Obs: muitos casos só são evidentes no fim da gestação ou após o parto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário